Minha carreira não é muito linear e, como ela, gostaria de fazer essa apresentação de maneira um pouco não convencional. Sempre atuei entre a educação e a terapia, sempre atendi pacientes crônicos e convivi com equipes multidisciplinares, agora são 26 anos de carreira. Há cerca de 12 anos atrás eu era uma das sócias de uma empresa de promoção de saúde no trabalho, nós fazíamos palestras, atendimento nutricional, programas de orientação de exercícios e treinamentos outdoor para desenvolver competências… enfim, parece que eu sempre estive onde as pessoas não queriam, o paciente que treina porque o médico mandou… a palestra de saúde que os colaboradores assistem porque o chefe mandou, o ambulatório de nutrição corporativo que só atende quem tem peso normal pois os obesos desaparecem de lá…

Olhando para trás percebo que minha inquietação sempre esteve nesse lugar:

Como posso ajudar as pessoas a se conectarem com uma razão maior que justifique seu autocuidado?
Como posso ajudar as pessoas a perceberem que a saúde, as escolhas do estilo de vida, são apenas um meio e não um fim?

E nesse percurso me tornei terapeuta corporal e comecei a mergulhar em leituras e cursos sobre comportamento, em 2010, quando me inscrevi em uma formação específica do que se chamava coaching em saúde e bem-estar, na Wellcoaches, escola americana, esse foi um divisor de águas, pela primeira vez em minha carreira eu trombei com a sensação de: genteeeee eu quero fazer isso o resto da vida!

E aí, agora alguns anos depois, vários outros cursos e formações eu olho esse momento e percebo que uma das principais razões de ter sido fisgada é que eu percebi que poderia estar ali, com o outro, e co-criar o projeto do autocuidado, não ser responsável pelo projeto dos meus clientes e alunos e sim trilhar um caminho que hoje entendemos como centrado no paciente.

1991 a 2003

Atuou como profissional de educação física em programas de reabilitação envolvendo doenças crônicas e no SESC São Paulo com diversas faixas etárias e projetos físico-esportivos e culturais.

2003 a 2013

Professora universitária e estrutura sua primeira empresa na área de saúde e qualidade de vida, desenhou em implantou programas de promoção de saúde em diversas organizações, inicia a trajetória como coach de saúde, ainda sem muita expressão, com os desafios de trazer ao mercado brasileiro uma intervenção desconhecida e sem eficácia comprovada ainda.

2013 a 2016

Atua como Diretora de Promoção de Saúde e Bem-Estar em uma empresa de apoio psicossocial no trabalho, desenvolvendo uma ampliação de repertório na área de saúde mental; inicia a implantação de programas de coaching e treinamentos de profissionais de saúde em empresas e hospitais.

2016 a 2021

Passa a atuar definitivamente na área de coaching de saúde, atendendo clientes, treinando profissionais de saúde e fazendo supervisão com foco em humanização e atendimento centrado na pessoa, predominantemente em hospitais.

2020

Inicia a oferta ao mercado de uma formação em coaching de saúde e bem-estar em modelo híbrido (síncrono e assíncrono) treinando profissionais de saúde em todo o Brasil, com um programa estruturado a partir das diretrizes do National Board for Health and Wellness Coaches.